Caminho para as Quartas

Chegamos ao fim das oitavas de finais e iremos comentar um pouco sobre cada confronto desta fase.

França 4 x 3 Argentina

Sem dúvida o jogo mais esperado pelos fãs de futebol. Até porque, de um lado tinha Lionel Messi e do outro a jovem seleção francesa com seus jogadores muito habilidosos, como: Griezman, Pogba e Mbappé.

Mesmo a Argentina fazendo 3 gols, não jogou aquilo o que se era esperado. Sua parte defensiva sofreu com a velocidade intensa do ataque francês. Mbappé foi o destaque da partida, o jovem garoto de 19 anos foi o autor de dois gols e foi eleito o melhor jogador em campo.

Uruguai 2 x 1 Portugal

Um jogo com poucos lances de perigo, bastante pegado e concentrado no meio campo. Era um dos jogos que seria difícil dizer quem sairia vencedor, já que apesar de não ser uma seleção tão forte, Portugal tem o melhor do Mundo, porém, Cristiano nada pode fazer. Sem jogar bem, assistiu Cavani marcar duas vezes contra sua equipe. Pépe foi quem fez para Portugal.

Espanha 1 x 1 Rússia – Pênaltis (3-4)

A maior zebra das oitavas. Espanha, uma das grandes favoritas para levar essa copa, não jogou o que sabe contra a Rússia. Com toques sem nenhuma agressividade, nada criou. E a dona da casa, aproveitou o pênalti para marcar. A Espanha até esboçou e empatou, porém continuou seus toques sem objetividade.

Nos pênaltis Koke e Iago Aspas, desperdiçaram suas cobranças e a Espanha se viu fora do Mundial da Rússia.

Croácia 1 x 1 Dinamarca – Pênaltis (3-2)

Antes dos 5 primeiros minutos o jogo já estava empatado. Por serem seleções não tão habilidosas por completo, a partida começou a ficar chata. Mas isso tudo mudou na prorrogação, quando Modric teve a chance de matar o jogo numa penalidade máxima, mas o goleiro Kasper Schmeichel defendeu e reacendeu o fogo do confronto.

Nas cobranças, Schmeichel pegou mais 2, mas não saiu com a classificação. Modric que havia perdido no tempo normal, deixou o dele e garantiu a classificação da Croácia.

Brasil 2 x 0 México

Sendo um dos melhores jogos desta fase, Brasil e México deixaram tudo o que podiam dentro de campo. Nos 30 minutos inicias o México veio para cima, a seleção brasileira, principalmente pelo lado direito, sofreu muito. Com o Vela, o México estava próximo do gol.

Já no segundo tempo, Neymar e Willian brilharam. Willian que não fazia uma boa copa, surpreendeu. Contra o México, buscava, driblava e numa dessas achou Neymar para marcar o primeiro do Brasil. Neymar também fez sua melhor partida nessa copa, foi ele o autor da assistência para Firmino marcar o segundo do Brasil.

Bélgica 3 x 2 Japão

Todos esperavam uma vitória fácil e até larga da Bélgica. O Japão entrou em campo sendo a zebra. Mas foi no segundo tempo que quase a zebra deu o “ar da graça”. Antes dos 10 minutos da segunda etapa, o Japão já estava com dois gols na frente, bastava ao Japão administrar o jogo e levar a vitória.

A seleção belga acordou pro jogo e foi para cima. Aproveitando a altura de seus jogadores em comparação a do adversário, apostou nas jogadas aéreas, desta maneira marcou duas vezes. E num contra-ataque mortal da Bélgica, o Japão não teve forças para segurar e tomou o terceiro aos 49 do segundo.

Suécia 1 X 0 Suíça

Sendo o jogo menos esperado, Suécia e Suíça não animaram. O que podemos dizer é que a Suécia chegou onde ninguém esperava. Sem seu jogador de maior nome, a Suécia fez o que tinha que fazer e fez bem até aqui, merecedora pela vaga.

Colômbia 1 x 1 Inglaterra – Pênaltis (3-4)

Um dos confrontos mais equilibrados desta fase também. Inglaterra, buscou bastante o jogo. Enquanto a Colômbia sem James, se defendia bastante. Na segunda etapa, Kane de pênalti abriu o placar. A Colômbia tinha que sair para o jogo, e deixou alguns espaços. No ultimo lance do jogo, Mina de cabeça garantiu o empate e levou o jogo para a prorrogação.

Na prorrogação, os colombianos mudaram totalmente sua postura. Pressionavam muito a defesa inglesa, algo que não fizeram no decorrer dos 90 minutos, mas não marcaram, desta forma, o jogo foi para os pênaltis e o ingleses foram mais felizes nas cobranças.

Confira os confrontos abaixo: (imagens Globoesporte.com)

João Vitor Campos

Sou estudante de jornalismo e faço estágio na Universidade Candido Mendes. Sou fundador do Por Dentro do Gol, colaborador do site Torcedores.com e já tive uma passagem na Web Rádio Top Sports.