Venezuelano chora após fazer gol no time do pai

Foto: Reprodução/TLT VENEZUELA
Giancarlo Maldonado, experiente atacante de 36 anos do Deportivo Táchira, fez possivelmente o gol mais triste de sua carreira.

O fatídico gol foi marcado na última rodada do torneio Apertura do Campeonato Venezuelano, aos 47 minutos do segundo tempo. Ele garantiu o empate da sua equipe contra a Academia Puerto Cabello, evitando assim a classificação do time adversário. Até então essa seria uma notícia comum, entretanto o Puerto Cabello é comandado nada mais nada menos que por Carlos Maldonado, pai de Giancarlo.

Enquanto todos celebravam o gol de empate que mantinha esperança da classificação acesa, pois o time precisava da vitória para ter chance de passar a próxima fase do torneio, o atacante caía no choro, porque sabia que seu gol estava eliminando aquela que seria uma classificação histórica do time comandado por seu pai.

No torneiro citado apenas os oito melhores colocados avançam para a próxima fase, e com o fim da partida e a manutenção do resultado, ambas as equipes foram eliminadas. O Atlético Venezuela, com 27 pontos, foi o oitavo colocado. O Deportivo Táchira teve a mesma pontuação, mas ficou atrás no saldo de gols. A Academia Puerto Cabello terminou com 26 pontos, em 11º. O Carabobo foi o líder, com 43 pontos.

Anúncios

Sobre Rodrigo Calviño

Faço jornalismo na FACHA/RJ e como um apaixonado por futebol dedico meu tempo escrevendo sobre esse esporte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s