Everton Ribeiro destaca a importância de pontuar nos jogos dentro de casa

Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo

Jogador fala da oscilação da equipe rubro-negra nas partidas fora de casa

O Flamengo vai enfrentar o Athletico Paranaense, no próximo domingo (26), no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. Mais de 30 mil ingressos já foram vendidos para o confronto, os quais destinados ao setor Leste Inferior encontram-se esgotados.

O início de Brasileirão do clube da Gávea tem sido bastante irregular. Até o momento, foram duas vitórias, duas derrotas e um empate. Os dois triunfos foram em casa, enquanto os dois revés e o empate foram fora de casa. No último jogo da equipe pelo campeonato brasileiro, contra o Atlético Mineiro, no Independência, o Flamengo foi derrotado por 2 a 1, apesar de ter jogado com vantagem numérica a maior parte do jogo. O meia Everton Ribeiro, em entrevista coletiva nesta sexta-feira (24/05), no Ninho do Urubu, abordou a irregularidade da equipe nas últimas partidas.

“Temos a autocrítica e sabemos que tiveram jogos que fizemos uma parte boa, depois deixamos cair e isso afetou no final. Oscilamos muito. Precisamos fazer um jogo inteiro bom para pegar as críticas e transformar em resultados positivos”, afirmou o jogador.

O atleta também falou sobre a necessidade de ganhar as partidas anteriores ao período da Copa América, com o objetivo de manter a equipe entre as melhores da competição.

“Estamos oscilando um pouco nos jogos fora e esses em casa vão ser bons se fizermos a nossa parte para entramos bem, vencer e ficar bem na tabela até a pausa. São jogos importantes e somos fortes dentro de casa”, frisou Everton.

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Para o jogo contra o Athletico, o técnico Abel Braga pode promover mudanças na equipe. A principal dessas seria a entrada de Diego no lugar do uruguaio Arrascaeta. O desempenho do uruguaio nos últimos jogos não foi bem avaliado pela comissão técnica e, portanto, o camisa 10 pode substituí-lo na próxima partida. Everton Ribeiro exaltou a disputa sadia entre os dois atletas.

“Os dois são grandes jogadores, mostram um grande futebol e essa briga vai ser constante com todo mundo ali na frente. O Abel vai procurar o melhor momento, a melhor maneira de jogar e quem vai nos ajudar mais”, comentou o meia.

O camisa 7 já atuou em 25 partidas na atual temporada, marcou quatro gols e deu seis assistências. Apesar de apresentar uma grande participação tática na equipe, os números demonstram um desempenho considerado tímido para um jogador de qualidade elevada. Everton, no entanto, ressaltou o empenho do ataque para converter mais bolas em gols.

“Nos cobramos muito ali na frente e quanto mais bolas fizermos o gol facilitará para todo mundo. Temos que aprimorar da melhor maneira”, disse o rubro-negro.
 

Everton Ribeiro em ação pelo Flamengo. Foto: Felipe Duest

Gustavo Guerra

Estudante de jornalismo - PUC RIO

Escreva um comentário...