Diniz vê falta clara em Pedro na origem do pênalti a favor do Bahia

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Treinador também critica a penalidade marcada contra a equipe carioca e questiona relação entre técnicos e árbitros

O Bahia derrotou o Fluminense por 3 a 2, ontem (26), na Arena Fonte Nova, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. A partida foi marcada por lances polêmicos. Após o jogo, o técnico Fernando Diniz criticou, em um primeiro momento, uma suposta falta no atacante Pedro, a qual teria ocorrido na origem da jogada que terminou em pênalti para a equipe baiana.

“A origem do gol nesse pênalti foi uma falta claríssima. Foi minha única reclamação no jogo, e o árbitro me deu amarelo. Não sei que relação o treinador tem que ter com arbitragem. Minha relação com quarto árbitro foi ótima o jogo inteiro. Taticamente, a equipe fez um bom jogo. E a gente merecia melhor sorte”, reclamou o técnico.

Diniz suspenso na próxima rodada do Brasileirão

Por reclamação de falta nesse lance, Diniz recebeu cartão amarelo, de acordo com a nova regra na qual os treinadores podem receber punições do árbitro. O técnico do Fluminense entendeu como exagero e alegou dificuldades para se obter qualquer tipo de comunicação com os árbitros. Após o apito final, Fernando invadiu o campo para reclamar com o juiz e acabou recebendo cartão vermelho direto.

“No lance na minha frente eu questionei que teve falta claríssima no Pedro antes. Agora com essa nova regra de cartão amarelo e cartão vermelho não tem mais conversa. Vamos ter que nos acostumar com isso. Eu disse que foi falta clara no Pedro. E nessa falta gerou o gol do Bahia. Se a relação do árbitro com a os treinadores for essa, vai muita gente expulsa. Não teve desrespeito. Só falei que o amarelo foi totalmente exagerado”, disse Diniz.

Foto: Lucas Merçon/ Fluminense FC

O treinador do time carioca não concordou com marcação da penalidade a favor da equipe baiana. Para ele, não existiam alternativas para que o lateral-direito Gilberto pudesse retirar o braço da jogada.

“No lance do pênalti, o juiz entendeu que foi pênalti. Além do lance, a gente teve uma palestra da CBF. Não sei onde o Gilberto poderia estar com o braço para disputar a bola aí. Vai colocar o braço na cintura com esparadrapo? Não tinha onde colocar a mão”, relatou o treinador.

Avaliação positiva da atuação da equipe

Apesar da derrota, Fernando Diniz ficou satisfeito com o desempenho do time na partida. O Fluminense, mesmo com um jogador a menos, não recuou e pressionou o Bahia em seu campo de defesa.

“Acho que a equipe teve uma postura boa, não é fácil jogar aqui, a gente veio para cá com um dia a menos de recuperação, teve um jogo intenso na quinta-feira, tivemos que poupar jogadores. O Fluminense se portou bem e merecia uma resultado melhor hoje, mas futebol não tem justiça”, constatou Diniz.

Foto: Lucas Merçon/ Fluminense FC
Foco na Sul-Americana

A delegação da equipe carioca vai viajar na noite desta segunda-feira para a Colômbia. O Fluminense enfrentará o Atlético Nacional, quarta-feira (29), em Medellín, pela segunda fase da Sul-Americana. Entre os relacionados, o volante Allan e o atacante Luciano, suspensos na última rodada do Campeonato Brasileiro, se juntam ao elenco, assim como o volante Airton, recuperado de lesão muscular na coxa direita sofrida na vitória por 5 a 4 diante do Grêmio.

Os atacantes Pedro, Ewandro e Kelvin, o meia Léo Artur e o volante Yuri, por outro lado, como não estão inscritos no torneio sul-americano, retornaram ao Rio após a derrota para o Bahia, pelo Brasileirão. O atacante Marcos Paulo, convocado para o Torneio de Toulon, na França, também não viajou para a Colômbia, pois tem de se apresentar à seleção de Portugal.

Foto: Lucas Merçon/ Fluminense FC

Depois de uma vitória por 4 a 1, no Maracanã, a equipe carioca pode perder por até dois gols de diferença que garante vaga na próxima fase. O Atlético Nacional se classifica se fizer 3 a 0, e como na Copa Sul-Americana há o critério do gol marcado fora de casa, o placar de 4 a 1 para a equipe colombiana leva a decisão para as penalidades. Quem avançar encara o vencedor de Peñarol x Deportivo Cali.

Gustavo Guerra

Estudante de jornalismo - PUC RIO

Escreva um comentário...