Gilberto projeta um duelo difícil contra o Cruzeiro no Mineirão

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Camisa 2 lamenta a ausência de Yony González e Matheus Ferraz no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil

O Fluminense vai enfrentar o Cruzeiro na próxima quarta-feira (05), às 19:15, no Mineirão, em Belo Horizonte, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. No jogo de ida, a equipe mineira abriu o placar com o atacante Pedro Rocha, mas nos acréscimos, o jovem goleador da equipe carioca, João Pedro, igualou a partida.

Para avançar de fase, o Flu precisa de uma vitória simples, e caso o jogo termine empatado, a decisão da vaga vai para os pênaltis. Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (04), no CT Pedro Antônio, o lateral-direito Gilberto destacou as dificuldades de enfrentar o Cruzeiro jogando fora de casa, mas ressaltou a necessidade de manter o estilo de jogo do técnico Fernando Diniz.

“A postura tem que ser a mesma dos dois jogos que fizemos contra eles, tanto no primeiro quanto no segundo jogo, a gente procurou jogar sempre com a bola, que é nossa maior característica. Mesmo jogando fora de casa, a gente sabe que vai ter o apoio da torcida, o Cruzeiro deve vir para cima, vai jogar diferente do que jogou no Maracanã, mas temos que manter nosso estilo de jogo para conseguir a vitória.”

Pedro e Marcos Paulo, convocados pela seleção brasileira e portuguesa, respectivamente, para a disputa do torneio de Toulon, na França, já eram ausências confirmadas para a partida.

No último domingo (02), na partida contra o Athletico Paranaense, pela sétima rodada do Brasileirão, mais dois atletas se lesionaram: o zagueiro Matheus Ferraz, com uma entorse no joelho direito, e o colombiano Yony Gonzaléz, com um estiramento muscular na coxa direita. Ambos estão fora do próximo jogo. O camisa 2 falou da importância desses jogadores e o impacto de suas ausências para a equipe.

Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

 

“São ausências importantes, jogadores que vem jogando desde o início do ano, estão entrosados com a equipe, essa é a maior dificuldade de quem entrar agora. A gente sente um pouco, mas sabe que futebol é assim, quem está de fora tem que estar preparado para entrar e vai ter a oportunidade.”

A equipe carioca vem de uma sequência de viagens longas, tanto pelo Brasileirão (Salvador e Curitiba) como pela Copa Sul-Americana (Medellín). Gilberto abordou sobre o desgate do time.

“A gente vem jogando muitos jogos seguidos, pouco tempo para descansar, jogamos no campo do Athletico Paranaense, que é diferente, difícil de jogar, o campo é mais pesado. As viagens longas foram desgastantes e para mim, foi muito importante, principalmente para poder voltar bem agora.”

O lateral-direito ressaltou a força da equipe mineira, que possui um elenco recheado de grandes jogadores, como Thiago Neves e Fred, os quais apresentam uma antiga relação com o Fluminense.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

“O Thiago Neves é um jogador muito importante no time deles, um cara que conhece o Fluminense. Tem o Fred, que se der brecha vai fazer gol, então, temos que estar atentos, pois o time do Cruzeiro é muito forte, principalmente, jogando em casa. Temos que ir bastante focados para conseguir sair de lá classificados.”

Anúncios

Sobre Gustavo Guerra

Estudante de jornalismo - PUC RIO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s