Mendonça, ídolo do Botafogo, morre após dois meses internado

(Foto:Twitter Oficial Botafogo)

Ex-meia caiu da escada na estação de trem em Bangu, e desde então estava no hospital

Na manhã desta sexta-feira, morre Mendonça, ídolo e ex-jogador do Botafogo, que estava internado cerca de dois meses após cair da escada na estação de trem localizada em Bangu. A família do mesmo confirmou a informação.

Na quinta-feira, Milton da Cunha já havia piorado por conta de uma infecção grave, com rins e fígado já afetados. Ele estava em choque séptico, e mesmo com antibióticos não conseguiu reverter a situação.

O camisa 8 do time carioca se tornou ídolo entre a década de 70 e 80. Tinha 63 anos, nascendo em 23 de maio de 1956 e atuou pelo Alvinegro entre 1975 e 1982.

Apesar do jogador não conquistar títulos no Glorioso, ganhou o status de ídolo, sendo reconhecido pela torcida o amor que ele tinha pelo clube. Um dos momentos mais lembrados de Mendonça, foi a vitória em cima do Flamengo por 3 a 1, em 1981, pelas quartas de final do Campeonato Brasileiro. Ele marcou o terceiro gol, após um excelente drible em Júnior, no qual foi chamado de ”baila comigo”.

O ex-jogador se sentia incomodado por não levantar taças com o time de General Severiano, chegando a dar declarações como:

”Não sei porque a torcida do Botafogo gosta tanto de mim. Nunca dei um título a eles”.

O ex-meia também dava declarações que mostrava o amor pela Estrela Solitária, que contribuíam para o reconhecimento da torcida, ajudando na imagem de ídolo:

”Eu não sou um jogador do Botafogo, eu sou um torcedor do Botafogo acima de tudo”.

Nathan Carvalho

Estudante de Jornalismo, e como um bom amante do futebol, dedico meu tempo livre para escrever sobre para a página “Por dentro do Gol”

Escreva um comentário...