Com salários atrasados e jogadores em silêncio, Botafogo se prepara para retornar ao Brasileirão

Foto: Vítor Silva/Botafogo

Elenco alvinegro enfrenta o Cruzeiro domingo, no Mineirão, e jogadores, em protesto, continuam sem atender à imprensa

Sem disputar jogos oficiais desde 12 de junho, o Botafogo iniciou nesta segunda (08) os preparativos para o retorno ao Campeonato Brasileiro. O clube vai a Belo Horizonte enfrentar o Cruzeiro no próximo domingo (14) às 16h, pela décima rodada do Brasileirão. Os jogadores, com dois meses de salários atrasados, mantém o protesto e permanecem sem conceder entrevistas.

Caso a diretoria e a comissão técnica não convençam a equipe, o imbróglio deve permanecer até que o Glorioso quite o débito salarial. Até o momento, não se sabe quando os jogadores voltarão a receber.

Inicialmente, a ideia era não conceder entrevistas e também não participar de nenhuma ação de marketing envolvendo o clube. No retorno aos treinos para a volta do Brasileiro, os jogadores mantiveram a posição: ontem não houve coletiva e hoje nenhum atleta recebeu a imprensa.

Dentro de campo, Eduardo Barroca conta com todos os seus atletas à disposição.

Biro-Biro, atacante recém-chegado e já integrado aos treinos, teve o seu novo contrato com o Nova Iguaçu, detentor de seus direitos econômicos, publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Com o empréstimo ao Botafogo sacramentado, deve ser anunciado a qualquer momento.

Victor Rangel, reforço regularizado antes da parada da Copa América e já apresentado, vem se destacando nos treinos marcando golaços.

O CRÉDITO DA FOTO É OBRIGATÓRIO: Vítor Silva/Botafogo
Gatito Fernández, destaque da seleção paraguaia na Copa América, também já retornou aos treinos (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Leonardo Valencia, que buscava deixar o clube, teve hoje o seu futuro definido. Após ser sondado pela Universidad de Chile, vai permanecer no Botafogo, tendo seu contrato prorrogado por mais um ano. O meia-atacante tem contrato com o alvinegro até julho deste ano, mas uma cláusula permitiu a renovação automática por mais uma temporada.

Diante deste cenário, mesmo vendo com bons olhos a saída do atleta para poder reduzir a folha salarial, o Glorioso optou por mantê-lo no elenco. Valencia mudou o tom do seu discurso, disse à Diretoria que só gostaria de retornar ao Chile para encerrar a carreira, e revelou estar motivado a brigar por uma vaga no time titular alvinegro. A seu favor, também pesaram o aval do Eduardo Barroca e o seu empenho nos treinamentos.

Durante os dias sem jogos, Barroca aprimorou o seu estilo de jogo focado na marcação sob pressão, posse e saída de bola. Treinou fundamentos como a bola parada e o time pode retornar com novidades. Marcinho e Jonathan podem voltar às condições de titulares e, no meio, Alan Santos disputa uma vaga. Cícero, titular até a parada, vem fazendo trabalho à parte no Nilton Santos.

A não ser que apareçam oportunidades sem custos, o elenco não deve se reforçar até o final da competição. Internamente, o clube age para renovar os contratos: atualmente 11 atletas possuem vínculos encerrando em dezembro deste ano.

Após fazer bons jogos, o Botafogo, em sétimo lugar no Brasileirão, volta aos gramados no próximo domingo contra o Cruzeiro no Mineirão. Postulante ao título no começo do torneio, hoje a Raposa vive uma crise institucional e está na zona do rebaixamento, ocupando a 18ª posição.

 

 

Sobre Melina Fagundes

Advogada e futura jornalista. Movida pela informação e apaixonada por futebol.

1 Resposta

Deixe uma resposta